Agosto de 1917, Nossa Senhora não apareceu no dia 13

Agosto de 1917, Nossa Senhora não apareceu no dia 13

A prisão dos Pastorinhos impossibilitou a sua ida à Cova da Iria, mas não impediu à Nossa Senhora aparecer-Lhes dias depois.

Diferente do que muitos pensam, as aparições não ocorreram sempre aos dias 13, entre os meses de maio a outubro.

Em agosto de 1917, durante dois dias, Jacinta, Francisco e Lúcia viveram o martírio da prisão, o que lhes impossibilitou a ida à Cova da Iria.

Ao serem libertos, os três pastorinhos regressaram às suas casas e, só depois, em 19 de agosto é que Nossa Senhora apareceu-Lhes, desta vez na localidade de Valinhos, próximo ao local da Aldeia de Aljustrel, sua residência. Na ocasião, a Senhora fez alguns pedidos aos pequenos e anunciou um milagre no mês de outubro.

“Naquele dia, Lúcia pastoreava o seu rebanho na companhia dos seus primos Francisco e João, na região do Valinhos. Ela e Francisco sentiram que a Nossa Senhora iria aparecer, mas como a Jacinta não estava presente, Lúcia pede que o João (seu primo) que vá chamá-la…”

Trecho retirado do ebook As aparições de Nossa Senhora de Fátima

Conheça mais sobre as Aparições de Nossa Senhora aos três pastorinhos de Fátima, através de um conteúdo rico e gratuito. Baixe agora os ebooks das Aparições.


Conheça todas as experiências Raízes de Fátima, presenciais e online, acesse agora este link.

Se estiver interessado nas experiências online, pode optar por:

Baixar a coleção de ebooks das aparições de Nossa Senhora e do Anjo;

Colocar na sua agenda as lives do Peregrinar com a Alma (conversas com Eliana Oliveira e participação de Carla Barbosa);

Colocar na agenda as lives Conversas Peregrinas (com Maria Alice Campos);

Se inscrever no Curso online 13 Lições der Fátima para Transformar a sua Vida (uma jornada de preparação espiritual e material);

Se inscrever no Curso online Peregrinar a pé (Preparação para sua jornada).